7 de janeiro de 2014

A Gaiola

Autora: Marcia Willet
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2011
Páginas: 406
Sinopse: Ninguém é capaz de prever o momento em que a vida está prestes a mudar de rumo. Felix Hamilton teve o seu ao conhecer a atriz Angel Blake. Dali em diante ele soube: sua vida nunca mais seria a mesma. Assim começa A Gaiola, segundo romance de Marcia Willett publicado no Brasil. A paixão que nasce entre os dois, no entanto, encontra empecilhos: Felix está casado com Marina, uma mulher fria e possessiva, e tem medo de que ela o separe do filho, Piers. Anos mais tarde, quando a filha de Angel, Lizzie, encontra Piers pela primeira vez, depara-se com uma família despedaçada que, incrivelmente, precisará dela para curar as feridas. Atravessando décadas e gerações, A Gaiola apresenta a história de um homem diante de um dilema de vida – ser verdadeiro consigo mesmo ou sacrificar-se pelas pessoas que ele prometeu proteger. E as consequências de suas decisões, só o futuro mostrará. Um livro que viaja deliciosamente pelo passado e pelo presente dos personagens, mostrando como tudo na vida está ligado às escolhas realizadas. 

Lizzie Black era uma criança quando conheceu Felix Hamilton, um homem extremamente carismático. De vez em quando, Felix visitava a casa em que Lizzie, Angelina Black (sua mãe) e Pidge moravam. Pelo menos era assim que Lizzie, enquanto criança pensava: Felix era um divertido visitante que ela gostaria que fosse seu pai. Mais de quarenta anos depois, Lizzie, já adulta, tem perguntas e vai à procura de Felix para obter as respostas.

Felix, já idoso, mora sozinho num apartamento e poucas vezes recebe a visita do filho, Piers. Mesmo depois de tantos anos após a descoberta da traição do pai à mãe, Piers ainda guarda ressentimentos. Quando Marina Hamilton, uma mulher possessiva e extremamente ciumenta, descobriu que estava realmente sendo traída por Felix, lhe fez um ultimato: Ou o marido rompia a relação com a amante Angel Black ou se divorciava de Marina e nunca mais poderia ver o filho, enquanto ela vivesse. Felix então se viu divido numa difícil escolha.

O livro é composto por três partes. Na primeira, somos apresentados a essência da história que é praticamente desencadeada pelas atitudes de Felix em relação a família e a sua vida com a amante. Na segunda parte, somos levados ao futuro dos personagens, mais de quarenta anos depois da escolha de Felix. Muita coisa aconteceu e novos personagens surgem na história. Embora os capítulos falem essencialmente de Piers, sua família e seus sentimentos em relação ao pai, também somos apresentados ao início da busca de Lizzie. Na terceira parte conseguimos descobrir as consequências da presença dela.

O livro fala de amor, traições, escolhas, perdas, ressentimentos e esperança. A autora consegue falar do passado e do presente de uma forma que deixa a história interessante. Além disso, ficamos em dúvida sobre o que pensar de Felix e o que realmente a Lizzie procura. Porém vivenciamos com alguns personagens uma atmosfera de luto que torna a leitura um pouco cansativa. O final não era o que eu esperava, pois deixa um ar de: precisa de uma continuação
Reações: