4 de março de 2014

5 dicas: leitura para "iniciantes"

Se você está lendo este post, com certeza, já leu muitas outras coisas na sua vida. Mas o que eu gostaria de saber é: Quantos livros você já leu este ano? Um? Dois? Não é algo que você gosta de fazer? Quer aprender a gostar? Ah! Um livro esconde tantos tesouros que você nem imagina (antes de abri-lo). Se você tem vontade de iniciar uma aventura literária viciante (sim, ler vicia), mas não tem ideia de qual livro começar a ler primeiro aqui vão algumas dicas... Leituras leves e apaixonantes. Depois desse passaporte inicial não tenha medo de fazer viagens mais longas. ;)

O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupèry Acredito que você já deve ter visto alguma imagem, lido alguma frase ou escutado alguma coisa sobre esse príncipe. Sabe por quê? Este livro é praticamente leitura obrigatória. Uma história doce, leve e reflexiva de uma criança, ou melhor, um pequeno-grande homem que nos ensina muito e revela parte dos nossos pensamentos. Numa viagem através da imaginação somos convidados a tocar em sentimentos profundos e situações delicadas da vida humana. Na simplicidade das palavras do Pequeno Príncipe percebemos a beleza de ser.
Fragmento do livro: "Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde desde às três eu começarei a ser feliz".Leia a sinopse aqui.


Do seu lado- Fernanda Saads Nesse livro conhecemos Sarah, uma arquiteta com uma vida atrapalhada no quesito amor. Ela vive imaginando um reencontro com seu ex-namorado(Bruno) e uma forma de lhe dar o troco por tê-la largado. Esse reencontro acontece, mas não dá forma que ela pensava. Enquanto isso, seu melhor amigo (Igor) não gosta muito da ideia do reaproximação do Bruno. Também conhecemos outros personagens que dão um leve toque de humor na história. A escrita da autora é bem leve e dá até para imaginar o final, mesmo assim vale a pena conhecer a conturbada vida de Sarah.
Fragmento do livro: "Ser alguém que você não é pode fazer os outros felizes. Mas, e quanto a você?"
Leia a sinopse aqui.



Coisas da vida - Martha Medeiros Esse livro dá para ler devagarzinho e merece estar na cabeceira. Ele é repleto de crônicas sobre os mais diferentes assuntos da vida moderna. Fala sobre amor, livros, televisão, situações inusitadas, trânsito, dúvidas, etc. Tudo escrito de uma maneira um tanto poética, humorística e crítica.
Fragmento do livro: "A maturidade é um álibi frágil.Seguimos com uma alma de criança que finge saber direitinho tudo o que deve ser feito, mas que no fundo entende muito pouco das engrenagens do mundo”.Leia a sinopse aqui.



A culpa é das estrelas - Jonh Green Quando falamos em história de amor qual a imagem que nos vêm a cabeça? Geralmente é assim: O moço conhece a moça no trabalho, na escola ou numa festa; os dois trocam olhares e sorrisos discretos; depois o moço tenta desesperadamente reencontrar a moça para passar a conquistá-la; depois de alguns encontros acontece o tão esperado beijo amor; passado algum tempo os dois se casam e vivem felizes. Pois bem! Nesse livro acontece uma história de amor linda e diferente. Diferente? Sim! Para começar a primeira vez que o moço (Augusus ou Gus) vê a moça (Hazel) é em um Grupo de Apoio de Crianças com Câncer, depois... Só lendo o livro para descobrir. =D Mas já posso adiantar você vai se encantar, vai sorrir e vai chorar.
Fragmento do Livro: "Alguns infinitos são maiores que outros. Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e eu sou muito grata por isso."Leia a sinopse aqui.


A vida na porta da geladeira - Alice Kuipers Ao abrir este livro você pode achá-lo um pouco estranho porque em cada página existe apenas um recado. Sim, essa história você vai conhecer apenas através de recados. Eles são de Claire, uma garota de 15 anos, e de sua mãe. As duas vivem com o tempo cheio, na maioria dos dias quando uma está em casa a outra não está, ou já precisa sair. Por isso elas deixam recados de uma para outra na porta da geladeira. Isso acontece mesmo quando a mãe de Claire descobre que está com câncer. Esta é uma história emocionante que nos faz refletir sobre o tempo que dedicamos àqueles que amamos e sobre a importância de viver a vida intensamente.
Fragmento de um dos recados: "Oi MÃE! Que eu NUNCA MAIS vi!"Leia a sinopse aqui.
Reações: